Investimentos no Exterior

Brasileiros diversificam aplicações e buscam oportunidades nos EUA e Europa

Painéis
1

Como a queda nos juros e a crise empurram os brasileiros para aplicações no exterior

2

Regras, riscos e oportunidades para investimentos em fundos e ações

3

Os impactos da flutuação do câmbio e aspectos tributários

4

A importância das eleições americanas na decisão dos investidores

Cenário

Com a Selic atualmente em 2,25% a.a., o Brasil se consolida no grupo dos países com patamar histórico de juro baixo, o que motiva os investidores a se movimentarem em busca de aplicações que oferecem oportunidade de ganhos reais, acima da inflação.

Segundo informações do Banco Central, investidores brasileiros alocaram US$ 3,452 bilhões em fundos fora do país entre janeiro e maio de 2020, ante o volume de US$ 791 milhões registrado em igual período do ano passado.

Já os investimentos em ações alcançaram US$ 707 milhões, multiplicando em quase 10 vezes o volume de US$ 74 milhões aplicado há um ano.

Participantes

Cassio Segura
VP Executivo da YellowFi Management
Marson Cunha
Diretor da Midtown Capital Partners
Daniel Malheiros
Sócio da RBR Asset
Carlos Omine
Head do BB Americas

Apoiadores

Menu