Blue Chip Talks

ESG em foco

Investidores e especialistas discutem como o ESG tem feito parte das estratégias de alocação de recursos e os desafios para a criação de parâmetros comparativos

Quer receber informações sobre os próximos eventos?

17h
Painel I

ESG – Princípios, ações práticas e desafios na seleção de ativos

18h15
Painel II

Fator Social – Aspectos da diversidade e o papel da comunidade financeira

O que é

Blue Chip Talks?

Plataforma de discussões e análises sobre temas relevantes para a tomada de decisões de gestores, fundos de investimentos, empresas e investidores

ESG em foco

Cenário

Neste ano atípico de 2020, os conceitos que sustentam a sigla ESG (Environmental, Social and Governance) definitivamente saíram do nicho para alcançar o mainstream corporativo e de investimentos. Os fatores ambientais, sociais e de governança envolvidos nas atividades das empresas estão se tornando, cada dia mais, parte das estratégias de alocação de recursos mundo afora e importantes critérios na seleção de ativos por investidores e gestores de recursos.

Como toda tendência, portanto, o ESG merece ser detalhado e avaliado sob diversas perspectivas – e essa análise é o mote da conferência com que o Blue Chip Talks começará o ano de 2021.

Convidados

Alberto Gaidys
Sócio-fundador da Wright Capital Wealth Management
Maria Eugênia Buosi
Economista e Professora da Saint Paul Escola de Negócios
Maurício Colombari
Sócio e líder de ESG da PwC Brasil
André Albuquerque
Empreendedor Social e fundador da Terra Nova Regularizações Fundiárias
Laura Vélez
Analista ESG da Fama Investimentos
Hugo Bethlem
Cofundador e presidente do conselho do Instituto Capitalismo Consciente Brasil
Tatiana Assali
Gerente de Finanças em programas sustentáveis da Sitawi
Ana Siqueira
Cofundadora da Artha Educação e Conselheira Fiscal

Moderadora

Denise Carvalho
Agência Blue Chip

Jornalistas

Rosenildo Ferreira
Portal Papo Reto
Marina Filippe
Revista EXAME

Painéis

17h
Painel I – ESG – Princípios, ações práticas e desafios na seleção de ativos

Vão nortear os debates no primeiro painel a conceituação de ESG, a observação desses fatores pelos investidores, as ações adotadas pelas empresas e os desafios para a criação de parâmetros de comparação de ativos em relação às questões de sustentabilidade.

18h15
Fator Social – Aspectos da diversidade e o papel da comunidade financeira

No segundo painel, o foco estará no “S”, que envolve aspectos como diversidade, tratamento digno de colaboradores, impacto das atividades empresariais em comunidades do entorno, entre outros. O objetivo é discutir como o “Social”, item de dimensão menos concreta da sigla ESG, pode deixar de ser negligenciado por empresas e investidores.

Menu